Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Conheça os sintomas e tratamento para hanseníase e tuberculose

A hanseníase e tuberculose são doenças graves e que ainda acometem muitas pessoas. Na rede municipal de saúde de Nova Venécia existe o Programa de Atenção à Tuberculose e Hanseníase. Todo o tratamento é feito de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde.

Relatada em muitas histórias bíblicas, a hanseníase, mais conhecida como lepra, é uma doença grave, mas que nos dias atuais tem tratamento.  O bacilo mycobacterium leprae é transmitido pelas vias aéreas. Geralmente, tem mais chance de se contaminar, pessoas que convivem por muito tempo com o doente, como familiares e parentes.

Os sintomas da doença são basicamente o aparecimento de manchas pelo corpo, que podem ser claras, escurecidas ou avermelhadas e falta de sensibilidade no local da mancha. Apresentando esses sintomas, a pessoa deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima.

Identificada a doença, o tratamento é realizado na Unidade Central de Saúde “Ângelo Piassaroli”, localizada no bairro Margareth, por meio de medicamentos e dura de um a dois anos, com acompanhamento quinzenal ou mensal.

Considerada a doença que matou muitos poetas do século XIX, a tuberculose é uma doença que exige cuidado, atenção e tratamento rápido. Transmitida também por vias aéreas por meio do bacilo mycobacterium tuberculosis, o tratamento da doença é medicamentoso e dura de seis meses a um ano na Unidade Regional “Ângelo Piassaroli”, com acompanhamento quinzenal ou mensal. Importante destacar que o paciente não deve abandonar o tratamento logo que sentir o alívio dos sintomas, pois o bacilo ainda estará presente no organismo.

Emagrecimento, tosse prolongada por mais de três semanas, cansaço e falta de apetite são os principais sintomas da doença. A única forma de prevenir é evitar ambientes fechados e aglomerados.

Além do paciente, é realizada uma avaliação do estado de saúde dos familiares e outras pessoas com contato muito próximo com a pessoa em tratamento, sejam nos casos de hanseníase ou tuberculose, por serem doenças de fácil contaminação.