Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Barrigueira e Adelson apresentam reivindicações ao governador em exercício, César Colnago

Barrigueira e Adelson apresentam reivindicações ao governador em exercício, César Colnago

Entre os pedidos, estão um terreno para estacionamento, abertura da delegacia 24 horas e mais uma antena de telefonia móvel e internet para o interior

Na última quarta-feira (24), o prefeito de Nova Venécia, Lubiana Barrigueira, e o vice, Adelson Salvador, estiveram no gabinete do governador em exercício do Estado, César Colnago, no Palácio Anchieta em Vitória, onde oficializaram algumas reivindicações para o município.

O primeiro assunto girou em torno de um terreno situado próximo à igreja Matriz de São Marcos que já foi do município e atualmente pertence ao estado. Com as presenças do Padre Orlando Uliana e do advogado Celso Cimadon, que reforçaram o pedido, a ideia é que o terreno volte a pertencer ao município para atender a população veneciana com a oferta de vagas de estacionamento.

“É algo muito esperado pela comunidade. Na Praça da Igreja Matriz existe o Fórum, o Ministério Público, pontos comerciais e ainda fica próximo ao Centro da cidade. Vai beneficiar muito quem frequenta aquele local diariamente e até mesmo pessoas que precisam ir ao Centro da cidade. Sabemos que, assim como em vários municípios, encontrar uma vaga de estacionamento hoje em dia em áreas comerciais é raridade”, afirmou Adelson Salvador, ao entregar nas mãos do governador em exercício a documentação que trata sobre a posse do terreno.

Diante do pedido, Colnago afirmou que não vê dificuldades em realizar a transferência e que vai dar segmento ao processo para que ocorra o mais breve possível.

Delegacia 24 horas

Em seguida, o prefeito Barrigueira abordou a possibilidade de retornar o funcionamento da delegacia de Nova Venécia durante 24 horas por dia. Para justificar o pedido, o prefeito falou dos transtornos causados à população, não apenas de Nova Venécia, mas também de todo entorno. “Hoje, quando um elemento é preso, a viatura precisa se deslocar até São Mateus para fazer a ocorrência. Enquanto isso, a população do município fica desguarnecida de policiamento, a mercê da bandidagem. Além disso, os municípios vizinhos também são beneficiados, já que a distância será reduzida consideravelmente”, afirmou o chefe do executivo veneciano.

Colocada a situação, Colnago se comprometeu em levar a reivindicação à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESP), e tratar diretamente com o secretário da pasta, André Garcia. “Neste caso, é notória a necessidade de atender a região e não apenas o município de Nova Venécia. Vou levar ao conhecimento do André Garcia, que é quem pode falar com mais clareza sobre a situação, para podermos tratar essa questão com prioridade”, afirmou.

Antena de telefonia móvel e internet

Durante o terceiro e último assunto, Lubiana Barrigueira e Adelson Salvador cogitaram junto a César Colnago a possibilidade de instalação de mais uma antena de telefonia móvel rural para Nova Venécia. O Governo do Estado já havia garantido a instalação de uma, na região de Água Limpa, por meio do programa “Campo Digital”, que vai destinar 100 antenas para todo o estado.

“Nossa extensão rural é muito ampla e por isso temos muitas regiões que precisam ter acesso à telefonia móvel e internet. Essa ação é essencial para que as famílias que vivem no meio rural tenham qualidade de vida e os jovens despertem interesse em permanecer no campo com as mesmas condições de quem vive na cidade”, completou Barrigueira.

Diante da conversa, César Colnago afirmou que existe sim a possibilidade de agraciar Nova Venécia com mais uma torre. “Sabemos que a extensão rural de Nova Venécia é muito grande e da importância econômica, não só para o município, mas também para todo o estado. Vamos buscar retribuir. Queremos atender não apenas essa, mas as três reivindicações que os senhores nos trouxeram. Vou tratar com prioridade essas questões e passar tudo para o governador Paulo Hartung assim que ele reassumir o comando do governo”, finalizou Colnago.