Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Prefeito institui Comissão Municipal do Trabalho em Nova Venécia

Barrigueira institui Comissão Municipal do Trabalho em Nova Venécia

Com medida, município se qualifica a receber verba federal para investir em capacitações de mão de obra

Por meio de portaria, o prefeito de Nova Venécia, Lubiana Barrigueira (PSB) nomeou a Comissão Municipal do Trabalho com o objetivo de unir a sociedade organizada na administração de um sistema público de emprego no município.

O objetivo é alocar recursos para a implantação de ações efetivas que minimizem os efeitos negativos causados pelo desemprego. Entre as medidas, está a criação de cursos nas áreas que carecem de profissionais.

A Comissão, que tem caráter deliberativo, deve atuar junto a entidades de formação profissional em geral, onde estão incluídas escolas técnicas, sindicatos e entidades representativas de empregados e empregadores, na busca de parcerias para a qualificação e assistência técnica aos beneficiários de financiamento, com recursos provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

As propostas deverão ser elaboradas com base em levantamentos técnicos, feitos pelos integrantes, em relação ao mercado de trabalho local. A Comissão é formada por representantes da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços, Secretaria Municipal de Ação Social, Sine, Sindicato dos Servidores Públicos, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicomerciários, CDL, Findes e Veneza.

A Comissão também tem o dever de acompanhar como serão utilizados os recursos públicos, alocados mediante convênios junto ao Sine e outros programas de geração de emprego e renda.

Com o sistema funcionando de forma integrada, com representantes de vários segmentos, se torna mais viável a obtenção de dados que vão direcionar essas ações. Para o secretário Municipal de Indústria, Comércio e Serviços, Rômulo Baía, a ação vai promover a geração de emprego e renda no município. “Com essa Comissão formada, vamos identificar as principais demandas de mão de obra em Nova Venécia e propor a criação de cursos para as áreas identificadas. Com isso, conseguimos viabilizar a liberação de recursos para a criação desses cursos, por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador. É algo importantíssimo que vai impactar diretamente no mercado de trabalho local”, afirma Baía.

Os membros da Comissão, titulares ou suplentes, não receberão qualquer tipo de pagamento, remuneração, vantagens ou benefícios.