Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Prefeitura inaugura Usina de Triagem de Lixo

inaug_usina_de_lixo_02inaug_usina_de_lixo_01O Prefeito Municipal inaugurou na manhã desta terça-feira (24), a Usina de Triagem de Lixo que garantirá destino correto ao lixo reciclável produzido na cidade. A solenidade contou com a presença dos Secretários de: Obras, Agricultura e Meio Ambiente, Saúde, Educação, Ação Social, Gabinete, Vereadores, presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis e Recicladores de Nova Venécia (ACAMARER), presidente do Instituto Rede Ambiental (IRA), estudantes, professores e diretores escolares.

Com a inauguração, o Centro de Triagem, que recebeu investimentos na ordem de R$ 266.001,29, irá melhorar as condições de trabalho e renda dos catadores de material reciclável da cidade, além do município fazer uma readequação à legislação ambiental vigente no país.

Ao todo, 18 famílias serão beneficiadas, por meio da Associação que passa a utilizar do galpão totalmente reformado e ampliado. Além disso, a prefeitura está disponibilizando um caminhão com combustível e motorista para a associação, além de fazer o repasse mensal, o equivalente a 18 salários mínimos para entidade, como forma de complemento de renda.

Coleta Seletiva

Com a implantação da coleta seletiva que começa a funcionar a partir do 03 de março  no Centro  da cidade,  os moradores terão  que separar o lixo seco do úmido para ser recolhido. Para o inicio dos trabalhos, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano irá adotar dois sistemas simultâneos: O primeiro, por meio de ecopontos instalados em Pontos de Entrega Voluntária (PVEs), que foram mapeados, onde o próprio gerador deposita o material no container.

O segundo é o ‘Porta a Porta’, caso em que o lixo seco e úmido são embalados separadamente e colocados na porta das residências ou do comércio para a coleta diferenciada. O material seco será recolhido às terças, quintas e sextas-feiras, enquanto o lixo úmido, às segundas, quartas e sábados.’

O lixo seco será encaminhado ao centro de triagem e reciclagem para a classificação e enfardamento do material coletado. Já o rejeito terá como destino o aterro sanitário.

Para melhor instruir a população sobre o trabalho, a prefeitura será distribuída cartilha contendo uma série de informações sobre todo o processo da coleta seletiva. A proposta é mobilizar a comunidade para a separação de tudo o que pode ser reaproveitado, como papéis, latas, vidros e plásticos, entre outros.