Prefeitura Municipal de Nova Venécia

Membros do GGIM esclarecem questão de menores infratores em Nova Venécia

Membros do GGIM esclarecem questão de menores infratores em Nova Venécia

O prefeito Lubiana Barrigueira apresentou as ações que já estão sendo desenvolvidas no município para combater a criminalidade, como a instalação de câmeras de videomonitoramento

Membros do GGIM (Gabinete de Gestão Integrada Municipal) se reuniram esta semana para esclarecer sobre rumores relacionados à soltura de menores infratores do município de Nova Venécia e ações desenvolvidas pela atual administração, voltadas para a garantia da segurança pública no município.

Além do prefeito Lubiana Barrigueira, estiveram presentes a secretária de Ação Social, Márcia dos Santos; delegado da Polícia Civil, Líbero Penello; major do Corpo de Bombeiros, Cássio Lucas da Mata; major da Polícia Militar, Herivelto Amaral Rodrigues; representante do Conselho Municipal de Segurança, Carlos Augusto Fernandes e servidores municipais.

Durante a reunião, foi apresentado um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Ação Social que mostrou que atualmente 17 menores de Nova Venécia cumprem medidas socioeducativas nas unidades de Internação Socioeducativa (Unis) e de Internação Provisória (Unip). Desses, nove foram liberados após decisão da 2ª Vara da Infância e da Juventude, pautada numa determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda conforme a Secretaria de Ação Social, nenhum dos adolescentes identificados pelos crimes de assalto que aconteceram no município na semana passada está entre os que foram liberados para cumprir medida em Nova Venécia. “O que percebemos é que o número de adolescentes é bem menor do que o que foi divulgado, alarmando a população. Além disso, os crimes não têm ligação com os menores que foram soltos”, disse a secretária da pasta, Márcia dos Santos.

Câmeras de videomonitoramento

O prefeito Lubiana Barrigueira falou de algumas ações efetivas que já foram iniciadas no município e vão contribuir para a segurança pública, dando suporte às polícias militar e civil e toda a justiça. “Um dos pontos que o GGIM identificou é a necessidade de instalação de câmeras de videomonitoramento na cidade. Quero dizer que já iniciamos a instalação de 30 câmeras nas repartições públicas situadas em ruas e avenidas do município que geralmente são utilizadas por criminosos. Além de preservar o patrimônio público, a instalação das câmeras nesses pontos estratégicos vai inibir a criminalidade, uma vez que será possível identificar o criminoso”, afirmou o prefeito. A previsão é de que as câmeras estejam todas instaladas em 45 dias.

Reforma no CAA

Outra ação mencionada pelo prefeito é a reforma geral e ampliação do CAA (Centro de Atendimento ao Adolescente). Na casa de quase R$ 300 mil, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (FUNCOP) e do Fundo Municipal de Assistência Social, será aumentada a capacidade de atendimento de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, prestação de serviço comunitário e liberdade assistida. Além disso, será integrado o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – (CREAS) no mesmo prédio.

A obra está praticamente concluída, faltando apenas o muro da instituição. A previsão é de que o CAA seja inaugurado nas próximas semanas.